O Grupo Oleoplan é sustentável em sua essência, pois toda sua atuação é voltada para a produção de energias renováveis.

Há mais de dez anos, fomos pioneiros na produção de biodiesel no Brasil. O biodiesel é um combustível renovável cujas principais matérias-primas são óleos vegetais – incluindo óleo de fritura recuperado – e gorduras oriundas da reciclagem animal. O consumo do biodiesel como substituto do diesel fóssil reduz as emissões de vários poluentes, como monóxido de carbono (CO), material particulado (MP), óxido de enxofre (SOx) e hidrocarbonetos totais (HC). Essas reduções se traduzem em melhora da qualidade de vida e evitam milhares de mortes devido à diminuição da poluição, sobretudo nos grandes centros urbanos.

Simultaneamente, o Grupo Oleoplan, através da Enerplan, vem realizando investimentos em energia eólica. Além de ser uma energia renovável, a energia eólica não gera resíduos poluentes, não emite gases do efeito estufa (GEE) e não contamina as águas nem o solo. Através dos nossos dois complexos eólicos em operação, fornecemos energia limpa para cerca de 750 mil pessoas no Brasil.

Além disso, fomentamos o cultivo da palma de óleo no Estado de Roraima através dos mais de 2,5 mil hectares cultivados pela Palmaplan. A palma de óleo (dendezeiro), originária do oeste da África, chegou ao Brasil no início do século XVI com os primeiros escravos africanos. Esta palmeira é notória pelo seu potencial de fixação de carbono, uma vez que cada hectare de plantação adulta é capaz de armazenar cerca de 26 toneladas de carbono retiradas da atmosfera. E, ao contrário do que se poderia imaginar, plantar palma na região amazônica de forma alguma produz qualquer tipo de desmatamento ou efeito negativo na floresta, uma vez que o plantio da Palmaplan é feito somente em áreas já degradadas. Pelo contrário, recupera-as, preservando a vegetação nativa e respeitando as zonas de preservação ambiental.

O Grupo Oleoplan contribui continuamente, portanto, para a redução das emissões de gases do efeito estufa (GEE) através da promoção de energias renováveis e do cultivo sustentável da palma de óleo e, consequentemente, para o cumprimento dos compromissos ambientais assumidos pelo Brasil no Acordo de Paris (COP 21).

Além do caráter ambiental, o Grupo Oleoplan também se preocupa com a sustentabilidade social dos negócios em que atua. Atualmente, contamos com mais de 20 mil fornecedores de soja, mamona e palma de óleo que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

A grande maioria desses agricultores familiares fornecem matérias-primas para a produção de biodiesel da Oleoplan. A parceria da Oleoplan com a agricultura familiar lhe garante o Selo Combustível Social (SCS) para as suas duas usinas de biodiesel, de Veranópolis (RS) e de Iraquara (BA). O Selo foi concedido à Oleoplan em 2007 pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) mediante o compromisso de adquirir parte de suas matérias-primas de agricultores familiares enquadrados no Pronaf. Além disso, nos comprometemos a promover capacitação e assistência técnica continuada aos produtores desde o plantio até a colheita.

Em Roraima, o Grupo Oleoplan também está presente capacitando e prestando assistência técnica para seus fornecedores da agricultura familiar. São cerca de 30 agricultores familiares que cultivam palma de óleo com o auxílio dos colaboradores da Palmaplan. Dessa forma, garantimos o manejo sustentável dos insumos e a aplicação das melhores práticas, bem como a renda dessas famílias.